quarta-feira, 8 de abril de 2015


Se já não bastasse os buracos das ruas e avenidas de nossa cidade outro grande problema que temos no transito é a falta de educação dos motoristas de nossa cidade.

Quando digo falta de educação não é somente jogar lixo nas ruas, o que estou tentando dizer é a completa falta de seguir as leis de transito, ou mesmo pensam no outro motorista que quase sempre está atrás de você.

Vamos aos exemplos: 

Nas avenidas temos duas ou três faixas, sabemos que a faixa da esquerda é para ultrapassagens e quem está mais devagar devemos utilizar a faixa da direita, mas o que vemos é sempre o contrário, ou seja, a faixa da esquerda sempre com um motorista mais devagar impedindo que os outros o ultrapassem e com isso o motorista que esta precisando ultrapassar sempre tem que ultrapassa-lo pela direita.

Outro exemplo é por muitas vezes vemos pessoas parando seus carros onde é proibido e por muitas vezes quase sempre do outro lado da rua é onde o motorista poderia parar, mas parece que o mal educado prefere parar onde não pode impedindo assim que o transito flua, isso vemos muitas vezes em ruas do centro de nossa cidade.

Mais um exemplo de como nossos motoristas se portam muito mal é quando o motorista pretende fazer uma conversão à esquerda e essa conversão será permitida somente daqui uns 500 metros ou mais, mas mesmo assim esse motorista mesmo que dirigindo de vagar prefere ficar na faixa da esquerda durante todo o trajeto, para exemplificar melhor os motoristas que vem pela avenida treze de maio e irão fazer a conversão lá na praça da antiga Ceterp ou mais a frente já pegam a faixa da esquerda mesmo a mais de um quilometro de distância e dali não saem, outro exemplo disso é na avenida independência quando o motorista pretende entrar na presidente Vargas este motorista já pega a faixa da esquerda logo após sair do viaduto José Sarney e dali não sai mesmo andando a 20 quilômetros por hora.

Eu ainda poderia dizer sobre a falta da utilização da seta que pouquíssimas vezes os motoristas lembram-se de usar, poderia também dizer das pessoas que jogam lixo nas ruas, ou dos ciclistas que acreditam não precisar seguir as leis de transito, mas isso fica para outro dia.

A nossa proposta é: para que os motoristas passem a seguir as leis de transito e pensem nos outros motoristas, porque se hoje você quem está parado ou andando na faixa errada e segurando o transito amanhã poderá ser outra pessoa fazendo o mesmo com você.

0 comentários :

Postar um comentário