sexta-feira, 17 de abril de 2015


Falei hoje no programa da rádio sobre o descaso com os projetos que seriam feitos com o dinheiro que viria do governo federal, este dinheiro viria via o programa PAC.

Meses atrás vimos nos meios de comunicação que seriam investidos milhões em obras como viadutos e avenidas em nossa cidade.

Hoje não temos ninguém fazendo nada a este respeito, não vemos uma licitação em andamento e também não sabemos se este dinheiro realmente virá.

O que vimos é que talvez a prefeitura não tenha mais esse dinheiro liberado já que possui pendencias com o governo federal. A prefeitura diz que está tudo certo que o dinheiro virá, mas, como não vemos nada acontecendo ficamos com uma pulga atrás da orelha se esse dinheiro realmente virá.

Os moradores do ribeirão verde esperam ansiosos pela duplicação da Avenida Antonia Mugnatto Marincek, hoje os moradores daquela região têm que conviver diariamente com os congestionamentos e com o perigo da via que hoje possui apenas uma faixa para cada mão de direção.

Os pedestres que precisam passar diariamente pela região também sofrem já que não existe calçamento pela avenida.

Um pouquinho da história daquela avenida.

Na verdade o que foi feito naquela região foi simplesmente asfaltar uma estrada antiga de terra que ligava a rodovia Anhanguera a algumas chácaras que existiam naquela região.

Hoje com o aumento de moradores naquela região a necessidade urgente de duplicar a avenida é inevitável.

Os governantes deveriam se entender e fazer com que a duplicação desta avenida não se torne mais uma novela como ocorre no caso da internacionalização do nosso aeroporto.

Precisamos que essa avenida saia do papel. Se a avenida será duplicada com dinheiro do município, do governo estadual ou do governo federal eu não sei. O que eu sei é que falta vontade dos governantes que poderiam iniciar as obras, se o dinheiro não vem via PAC ou via município, nossos deputados poderiam enviar verbas para a construção da avenida, através das famosas emendas no orçamento assim, a tão sonhada obra sairia do papel. 

0 comentários :

Postar um comentário