quarta-feira, 3 de junho de 2015


Está no jornal A Cidade de hoje que a explanada do Theatro Pedro II e as praças XV de Novembro e Carlos Gomes passarão por reformas e terão um custo aproximado de R$ 700 mil.

O problema não é a reforma, o problema é o que será feito depois.

O depois que eu quero dizer é quem fará a manutenção desses locais, pois não adianta nada reformar e depois não fazer a limpeza a preservação e a manutenção do local.

Por exemplo, quando reformamos, trocamos o piso ou ainda pintamos nossa casa procuramos depois das obras manter nossa casa em ordem para que não precisemos reformá-la novamente e como fazemos isso?

Fazemos varrendo, limpando, usando produtos para a limpeza de nossa casa e dessa maneira conseguimos manter por mais tempo nossa casa em ordem sem que tenhamos que novamente gastar nosso dinheiro com outra reforma.

Temos vários exemplos de praças reformadas e que depois abandonadas, o maior exemplo é a Praça das Bandeiras onde fica a catedral de nossa cidade. Ela foi reforma há pouco tempo e hoje já encontra-se precisando de uma nova reforma, já que não tivemos ninguém cuidando da limpeza e da manutenção do local.

Parece que é mais fácil deixar estragar e gastar muito dinheiro na reforma do que quando tiver alguma problema já resolve-lo. Também não adianta só varrer e as vezes jogar água, algumas vezes será necessário realmente uma limpeza do local do local, com produtos. Se em casa esfregamos e limpamos por que não fazer isso nas praças?

Por tanto não basta apenas reformar tem que manter o local limpo, arrumado, organizado, pois desta maneira as pessoas passaram a utilizar novamente o local e passarão a preservá-lo e a próxima reforma do local irá demorar e consequentemente iremos economizar.

0 comentários :

Postar um comentário