São Sebastião e nossa história

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Muito mais que apenas um dia de descanso ou de comércio fechado. O feriado de São Sebastião é uma data de reconhecimento a um mártir cristão e também de respeito a história de Ribeirão Preto, a nossa São Sebastião do Ribeirão Preto.

Foi assim, sob a proteção do santo, que a hoje internacionalmente conhecida “Ribeirão Preto” denominada, nasceu. Poderíamos ser até hoje conhecidos como moradores de “São Sebastião”, por exemplo.  

Talvez o destino fez com que o nome de “São Sebastião” fosse deixado de lado ao longo de nossa história. Fiquei feliz com a notícia de que a ideia de riscar do calendário do feriado de 20 de janeiro, data do nosso padroeiro, não prosperou.

Primeiro, vamos às discussões econômicas, base para quem levantou a hipótese de revogação do feriado. A data em 2018 será em um sábado. Ou seja, não será um feriadão prolongado e as perdas para o comércio não serão gigantescas. Além disso, essas datas são uma chance para o encontro de amigos e familiares, o que também movimenta outros setores do comércio.

Porém, vamos ao tema principal. A importância de São Sebastião para os fiéis e também para a nossa história.

São Sebastião é um mártir cristão, indo muito além da doutrina católica. A coragem do homem que fez parte do exército romano para difundir os ensinamentos de cristo é um marco para todas as religiões cristãs, mesmo aquelas que não têm devoção a santos.

A história de Ribeirão Preto que nasceu com a primeira igreja dedicada a São Sebastião, onde hoje é a Praça XV, não pode ser desrespeitada. Manter a data, que já ficou fora do nosso calendário dos anos 60 até 2010, foi um grande acerto.

Que continuemos reservando essa data para o homem que inspirou o surgimento de uma cidade e dá força para os ribeirão-pretanos até hoje. 

Posts Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário