Adeus, retrovisor

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

É inegável que o pensamento de todos nos últimos anos é de ver uma Ribeirão Preto diferente. Cada um pode apontar um caminho, lutar pelos seus ideais, mas o destino é sempre o mesmo: uma cidade melhor.

Com esse objetivo, milhares foram as urnas em 2016, para escolher seus novos governantes. Agora, após mais de um ano do término oficial, parece que a desastrosa gestão anterior finalmente acabou. Ou pelo menos as desculpas pelos erros do passado ficarão de lado. Tudo indica que não veremos mais discursos baseados em fatos vistos pelo retrovisor de quem hoje dirige nossa cidade. É hora de arregaçar as mangas e trabalhar.

Fiquei muito feliz com o fato da prefeitura agora dizer com todas as letras que “arrumou a casa”. Foi informado que o déficit nas finanças não existe mais. Então, chega de entraves para os investimentos. Não existe mais desculpa para fazer agora a transformação que Ribeirão precisa.

Todos esperam conhecer um futuro melhor através de uma saúde digna, de uma educação de qualidade e com incentivos para a geração de empregos. Tudo isso, é claro, sem ver o aumento de impostos.

Mesmo quem não escolheu o atual mandatário, também quer ver as unidades de saúde prometidas em funcionamento. Outro desejo em comum é ver uma educação sem salas de aulas lotadas, sem professores faltando e com atividades em tempo integral.

Acabou a disculpa que não tem dinheiro em caixa, espero que desde já comecem as mudanças para a nossa cidade, com um horizonte bem melhor. E que ao olhar no retrovisor no futuro, não pensemos em uma desculpa, mas apenas na frase “já superamos os obstáculos.”

Posts Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário