DIREÇÃO ERRADA

quarta-feira, 25 de abril de 2018

É claro que Ribeirão Preto precisa pensar no futuro, olhar para frente e saber onde quer chegar. Um bom Plano Diretor é essencial para garantirmos o desenvolvimento de nossa cidade. Porém, esse Plano Diretor precisa olhar para baixo também. É preciso preservar o Aquífero Guarani, nossa reserva natural de água limpa.

Pensar no futuro de Ribeirão Preto passa pelo zelo de nossa fonte de abastecimento. A Prefeitura de Ribeirão que já deu o péssimo exemplo de tentar barrar o IPTU Verde de todas as formas, agora apresenta um Plano Diretor que dá permissão que empreendimentos ocupem boa parte da zona Leste, área de recarga do Aquífero Guarani. Ou seja, o espaço que serve como uma grande “esponja” para que a água seja renovada, corre o risco de sofrer com a impermeabilização do solo. Isso, não é pensar no futuro.

Garantir o desenvolvimento de Ribeirão Preto não é passar por cima do Meio Ambiente. Por isso fui contra ao projeto apresentado, que continha muitas falhas. Uma cidade desenvolvida, alia crescimento econômico e qualidade de vida para a nossa população. Que vida boa pode ser levada com a torneira seca?

Após anos de inércia, sobrou para esse governo e essa Câmara voltar a pensar no futuro de Ribeirão. O primeiro passo, do governo, foi curto, cheio de falhas e pensou apenas no agora. A Câmara aprovou algumas mudanças para tentar amenizar os problemas, mas acabou aprovando o Plano Diretor.

Agora resta não abrirmos mão de olhar um pouco mais à frente, ou para baixo. Tudo isso para que você não fique olhando para cima esperando a água cair do céu.

Posts Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário