Verdade ou fake news?!

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Existe aquele velho ditado popular que fala que “uma ima­gem vale mais do que mil palavras”. É uma frase tão batida, falada pelos quatro cantos, que eu achava que todos conhe­ciam. Mas, fui surpreendido mais uma vez no início deste ano. Parece que o prefeito Duarte Nogueira nunca ouviu essa velha afirmação que mostra toda a sabedoria do povo.

Em janeiro, a Prefeitura de Ribeirão Preto anunciou que terminou o ano passado com um superávit. O prefeito ainda falou que estava pagando as últimas dívidas que herdou. Ou seja, o discurso era aquele que a casa estava arrumada, que tudo tinha sido resolvido e as últimas dívidas teriam sido pagas. Mas, as imagens não mentem. É só andar por Ribeirão Preto e descobrir que as tantas palavras ditas pelo prefeito não se sustentam, que caem por terra, ou dentro dos buracos espalhados por nossas ruas.

Como está a praça do seu bairro? O que você vê do cami­nho do trabalho para casa? Como estão os canteiros centrais das avenidas de Ribeirão Preto?

Com certeza, as imagens do descaso com nossa cidade va­lem bem mais que qualquer palavra ensaiada, que um discur­so pronto cheio de demagogia. Não adianta culpar a chuva de início do ano ou qualquer outro efeito natural. O que é fato mesmo é que a falta de gestão, de zelo pelos recursos públi­cos, deixaram a nossa zeladoria congelada. Nada funciona. As praças que estão bem cuidadas em Ribeirão Preto foram adotadas pela população. Nossos parques, estão largados. Até o Parque Raya estava às escuras neste início de ano, mesmo com o anunciado superávit que o governo tenta empurrar.

Tudo isso se junta a outros casos já conhecidos que des­mentem a imagem de boa gestão. Relatório do Tribunal de Contas do Estado aponta que demora mais de 3 meses para o pagamento de fornecedores. Mais um forte indício que a Pre­feitura não consegue fazer o básico: honrar com os pagamen­tos essenciais para o andamento da máquina pública.

Por falar em básico, quer algo mais rotineiro para um ad­ministrador do que pagar salários? Neste quesito, a adminis­tração também vem escorregando. Aposentados e servidores municipais já ficaram sem receber. Férias e o décimo terceiro salário também não foram honrados nos prazos adequados.

Enquanto isso, o governo vive em um mundo de faz de conta. Contando uma fábula atrás da outra. Espalhando obras de pontes, viadutos e corredores de ônibus pela cidade. Muitas obras apontadas como extremamente desnecessárias. Tudo bancado com dinheiro emprestado, com financiamen­tos federais e também acordos feitos com bancos. Ou seja: a conta vai chegar, e pesada. Nesta hora, os valores não poderão ser pagos apenas com palavras.

Tudo isso mostra a importância de checar bem as infor­mações. Neste caso, infelizmente, a população já tem a certe­za, sofrendo com a inoperância do poder público, que tudo não passa de fake news.

Posts Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário